Marketing para educação: quais são as oportunidades para esse setor?

Apesar de não ser uma novidade, o marketing sempre teve um papel fundamental quando se fala em educação. Para atrair novos alunos, há alguns anos eram comuns inúmeros anúncios em outdoors, banners, flyers e demais mídias “analógicas”. As inscrições em cursos, bem como as matrículas para escolas e universidades, eram realizadas apenas presencialmente. Com o boom da internet, isso mudou. Atualmente o que mais encontramos por aí são cursos de Ensino a Distância (EAD). Assim como maiores facilidades no ato da matrícula, por meio dos sites das instituições e até mesmo por aplicativos próprios. E nessa nova era, de que forma realizar o marketing para educação?

O contato, que antes era feito no “boca-a-boca”, passou então a ser no “clique-a-clique”, convertendo cada interação em novos alunos matriculados efetivamente. Analisemos então como o modelo de marketing digital está impactando positivamente o meio educacional e como é possível se aproximar cada vez mais do público alvo, produzindo conteúdo de qualidade, por meio de linguagem e meios adequados.

EAD como porta de entrada

Segundo a Veja, cerca de 1,5 milhão de brasileiros optam pelo EAD no Brasil. Estes números são altos e fazem sentido dentro da configuração atual: pessoas de idades diversas estão cada vez mais conectadas. Hoje, seria quase impossível encontrar uma instituição que não tenha seu próprio site, com um ambiente para aprendizado online. Um exemplo é a plataforma Coursera, que dispõe cursos de instituições de diversas partes do mundo, incluindo as prestigiadas Ivy-League.

Inbound Marketing e um bom conteúdo

Atrair, engajar e converter: estes são os pilares do Inbound, que tem como objetivo consolidar as marcas. Por meio de conteúdos relevantes, as intuições podem definir as estratégias e objetivos que traçam a jornada do consumidor. Aliada ao funil de vendas, as empresas podem assim oferecer para estes alunos em potencial o que eles estão procurando.

Diante da vastidão de formatos digitais, quando pensamos em educação fica ainda mais fácil explorar diversos tipos de aulas, sejam elas para alunos de graduação, cursos diversos como música, artes e culinária, bem como cursinhos pré-vestibular e ensino médio. Assim, o marketing para educação é realizado desde o topo de seu funil, direcionado ao seu público.

Ou seja, ao criar um conteúdo de qualidade e direcioná-lo para o meio mais compatível, seja ele em vídeo, foto ou texto, sua marca pode antecipar as necessidades do público-alvo. Dessa forma, sanando uma necessidade já existente, fazendo com que ele retorne e eventualmente se torne um consumidor ativo do seu produto.

A experiência do consumidor é o que verdadeiramente importa

O processo de cativar e reter o consumidor está interligado com a experiência que a sua empresa proporciona para ele. Através de uma definição estratégica da persona, bem como a jornada do cliente, atrelada ao conteúdo produzido, isso é possível.

Primeiro, é necessário entender quem é o seu aluno, para que a linguagem mais apropriada seja posta em prática e o conteúdo assim absorvido.

Ao entender este seu público-alvo, como benefício, a sua empresa conseguirá melhorar os serviços oferecidos, aumentando as vendas e resultando assim num processo de fidelização entre instituição-aluno. Além disso, a marca acaba por se fortalecer. Assim, o marketing para educação não só atinge o objetivo de alcançar novos estudantes, mas também de aumentar a reputação da instituição.

Valoração

Quando um usuário está satisfeito com o produto que adquiriu, ele naturalmente se torna um embaixador da marca e, muitas vezes, passa a divulgar as qualidades e os motivos que o fez escolher tal instituição, reforçando uma imagem positiva. Tais depoimentos podem até ser compartilhados em campanhas da empresa, gerando ainda mais proximidade, tanto com aqueles que já são clientes quanto com futuros alunos que gostariam de estar na mesma posição de destaque.

Planejamento estratégico e o marketing para educação

Definir os canais nos quais o seu conteúdo será divulgado é um passo superimportante dentro das estratégias de branding para sua instituição de ensino.

O processo de captação, e posteriormente de fidelização, está intrínseco a como tal conteúdo chega até o seu público.

Veja abaixo algumas das opções de plataformas disponíveis:

  • Facebook
  • Instagram
  •  Twitter
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Blog
  • E-mail Marketing
  • Landing Page

E como é possível fazer esta escolha? Baseando-se em que tipo de material você tem ou gostaria de oferecer para os seus atuais e futuros alunos. É possível produzir conteúdos em vídeo, texto, imagem, entre outras inúmeras possibilidades.

Lembrando que os temas escolhidos para serem abordados devem ter bastante profundidade para que sua marca seja reconhecida como especialista em divulga-los com confiança, gerando assim uma boa reputação.

Além disso, como apontado no começo do texto, boa parte da população está conectada à internet, ou seja, quanto mais vasto e completo for o alcance do seu conteúdo no meio digital, maior será a conversão tanto dentro quanto fora dele.

Deixe um comentário