Blog

Marketing para educação: quais são as oportunidades para esse setor?

Marketing para educação: quais são as oportunidades para esse setor?

[:pb]Apesar de não ser uma novidade, o marketing sempre teve um papel fundamental quando se fala em educação. Para atrair novos alunos, há alguns anos eram comuns inúmeros anúncios em outdoors, banners, flyers e demais mídias “analógicas”. As inscrições em cursos, bem como as matrículas para escolas e universidades, eram realizadas apenas presencialmente. Com o boom da internet, isso mudou. Atualmente o que mais encontramos por aí são cursos de Ensino a Distância (EAD). Assim como maiores facilidades no ato da matrícula, por meio dos sites das instituições e até mesmo por aplicativos próprios. E nessa nova era, de que forma realizar o marketing para educação?

O contato, que antes era feito no “boca-a-boca”, passou então a ser no “clique-a-clique”, convertendo cada interação em novos alunos matriculados efetivamente. Analisemos então como o modelo de marketing digital está impactando positivamente o meio educacional e como é possível se aproximar cada vez mais do público alvo, produzindo conteúdo de qualidade, por meio de linguagem e meios adequados.

EAD como porta de entrada

Segundo a Veja, cerca de 1,5 milhão de brasileiros optam pelo EAD no Brasil. Estes números são altos e fazem sentido dentro da configuração atual: pessoas de idades diversas estão cada vez mais conectadas. Hoje, seria quase impossível encontrar uma instituição que não tenha seu próprio site, com um ambiente para aprendizado online. Um exemplo é a plataforma Coursera, que dispõe cursos de instituições de diversas partes do mundo, incluindo as prestigiadas Ivy-League.

Inbound Marketing e um bom conteúdo

Atrair, engajar e converter: estes são os pilares do Inbound, que tem como objetivo consolidar as marcas. Por meio de conteúdos relevantes, as intuições podem definir as estratégias e objetivos que traçam a jornada do consumidor. Aliada ao funil de vendas, as empresas podem assim oferecer para estes alunos em potencial o que eles estão procurando.

Diante da vastidão de formatos digitais, quando pensamos em educação fica ainda mais fácil explorar diversos tipos de aulas, sejam elas para alunos de graduação, cursos diversos como música, artes e culinária, bem como cursinhos pré-vestibular e ensino médio. Assim, o marketing para educação é realizado desde o topo de seu funil, direcionado ao seu público.

Ou seja, ao criar um conteúdo de qualidade e direcioná-lo para o meio mais compatível, seja ele em vídeo, foto ou texto, sua marca pode antecipar as necessidades do público-alvo. Dessa forma, sanando uma necessidade já existente, fazendo com que ele retorne e eventualmente se torne um consumidor ativo do seu produto.

A experiência do consumidor é o que verdadeiramente importa

O processo de cativar e reter o consumidor está interligado com a experiência que a sua empresa proporciona para ele. Através de uma definição estratégica da persona, bem como a jornada do cliente, atrelada ao conteúdo produzido, isso é possível.

Primeiro, é necessário entender quem é o seu aluno, para que a linguagem mais apropriada seja posta em prática e o conteúdo assim absorvido.

Ao entender este seu público-alvo, como benefício, a sua empresa conseguirá melhorar os serviços oferecidos, aumentando as vendas e resultando assim num processo de fidelização entre instituição-aluno. Além disso, a marca acaba por se fortalecer. Assim, o marketing para educação não só atinge o objetivo de alcançar novos estudantes, mas também de aumentar a reputação da instituição.

Valoração

Quando um usuário está satisfeito com o produto que adquiriu, ele naturalmente se torna um embaixador da marca e, muitas vezes, passa a divulgar as qualidades e os motivos que o fez escolher tal instituição, reforçando uma imagem positiva. Tais depoimentos podem até ser compartilhados em campanhas da empresa, gerando ainda mais proximidade, tanto com aqueles que já são clientes quanto com futuros alunos que gostariam de estar na mesma posição de destaque.

Planejamento estratégico e o marketing para educação

Definir os canais nos quais o seu conteúdo será divulgado é um passo superimportante dentro das estratégias de branding para sua instituição de ensino.

O processo de captação, e posteriormente de fidelização, está intrínseco a como tal conteúdo chega até o seu público.

Veja abaixo algumas das opções de plataformas disponíveis:

  • Facebook
  • Instagram
  •  Twitter
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Blog
  • E-mail Marketing
  • Landing Page

E como é possível fazer esta escolha? Baseando-se em que tipo de material você tem ou gostaria de oferecer para os seus atuais e futuros alunos. É possível produzir conteúdos em vídeo, texto, imagem, entre outras inúmeras possibilidades.

Lembrando que os temas escolhidos para serem abordados devem ter bastante profundidade para que sua marca seja reconhecida como especialista em divulga-los com confiança, gerando assim uma boa reputação.

Além disso, como apontado no começo do texto, boa parte da população está conectada à internet, ou seja, quanto mais vasto e completo for o alcance do seu conteúdo no meio digital, maior será a conversão tanto dentro quanto fora dele.[:en]Marketing has always played a key role when it comes to the education sector. A couple of years ago, it was easy to spot tons of ads spreaded on billboards, banners, flyers and in many other analogic medias. Enrollment in courses, schools or universities were taken in person. With the internet boom, that has changed. Nowadays it’s easier to find an Open and Distance Learning (ODL) and so, enrolling has become very accessible through the websites of the institutions or even by the institutions’ apps. So, how to apply marketing skills correctly for the educational field?

Previously, the contact was made by word-of-mouth marketing, but then it has become click-by-click, converting each interaction into newly enrolled students. Let’s analyze how the digital marketing is positively impacting the educational environment and how it’s possible to get closer to the target audience, producing quality content through proper language and media.

“ODL” is the first step

According to Veja, about 1.5 million Brazilians opt for Distance Learning in Brazil. These numbers are high and make sense within the current configuration: people of diverse ages are increasingly connected to the internet. Today, it would be almost impossible to find an institution that does not have its own website, with an environment for online learning. One example is the Coursera platform, which offers courses from institutions from around the world, including the prestigious Ivy-League.

Inbound Marketing and Good Content

Attract, engage and convert: these are the pillars of Inbound, which aims to consolidate brands. Through relevant content, educational institutions can define the strategies and goals that outline the consumer’s journey. Along with the sales funnel, companies can then offer these potential students what they are looking for.

Faced with the vastness of digital formats, when we think of education, it is even easier to explore various types of classes, whether for undergraduate students, courses such as music, arts and cooking, as well as Pre-College and High School courses. This way, marketing for education is done from the top of your funnel, addressing to your target audience.

By creating quality content and directing it to the most compatible media, your brand can anticipate the needs of the target audience. In this way, addressing an existing need will make the customer return and eventually become an active consumer of your product.

Customer experience is what really matters

The process of attracting and retaining the consumer is intertwined with the experience your company provides for them. Through a strategic definition of the persona as well as the customer journey, tied to the content produced, this is perfectly possible.

First, you need to understand who your student is so the most appropriate language is put into practice and your content is absorbed. A benefit of understanding your target audience is that your company will be able to improve the services offered, increasing sales, resulting in a loyalty process between student and institution. In addition, the brand strengthens itself. Thus, marketing for education does not only achieve the goal of reaching new students, but also enhance the institution’s reputation.

Valuation

When a user is satisfied with the product that he/she has purchased, they naturally become brand ambassadors and often come to disseminate the qualities and reasons that made them choose such an institution, reinforcing a positive image. Such testimonials can even be shared in the company’s campaigns, generating even more proximity, both with those who already are a customer or with future students who would like to be in the same position.

Strategic Planning and Marketing for Education

Defining the channels on which your content will be distributed is a super important step within branding strategies for your educational institution. The process of attracting and later enhancing a loyalty dynamic is intrinsic to how such content reaches your audience.

Find below some of the available platforms:

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Blog
  • E-mail Marketing
  • Landing page

And how is it possible to choose the proper media? Based on what kind of material you have or would like to offer to your current and future students, either it’s in a blog or trough photograph or videos.

Just don’t forget to choose well the themes you’re going to talk about to your audience. You must be seen as an expert of these topics and address them with confidence. It will generate a positive image for your brand.

In addition, as noted at the beginning of the text, a big part of the population is connected to the Internet, which means as wider and complete your content is in the digital environment, the greater the conversion will be.[:]