Blog

Comunicação interna em tempos de pandemia

Marketing para educação: quais são as oportunidades para esse setor?

Não é preciso ser hiper conectado para saber: a pauta mundial é o coronavírus. Na editoria de economia, as ações de apoio financeiro que devem ajudar a população. A política, agora, gira em torno de governantes que buscam proteger seus cidadãos e seus embates com os negacionistas da pandemia. Em saúde e ciência, além das inúmeras medidas que devemos adotar para nos prevenirmos, acompanhamos os esforços direcionados à criação de uma vacina eficaz. Até a indústria das celebridades se rendeu ao tema e segue firme na atualização das listas de famosos que sucumbiram ao Covid-19. Mas e na comunicação interna?

Dentre tantas mensagens de Whatsapp que recebi neste período, um teste de múltipla escolha me chamou a atenção. Quem mais acelerou a transformação digital nas empresas: a equipe de TI, a de Agile, o CEO ou o coronavírus? A essa altura do texto, você já pode imaginar qual resposta preenche o gabarito. Assim sendo, diante deste cenário – que parece escrito para um filme hollywoodiano de ficção científica – como fica a relação das empresas com seus colaboradores?

Comunicação interna à distância

Muitas organizações foram obrigadas a adotar o home office por causa da pandemia, sem tempo hábil para repensar sua cultura corporativa. Se instalar VPN para a equipe remota e aumentar o estoque de álcool gel para os que seguem na linha de frente é difícil, comunicar-se bem com os seus funcionários pode ser um desafio ainda maior. Confira nossas dicas de comunicação interna em tempos de pandemia.

1 – Seja transparente

Primeiramente, envie comunicados para sua equipe sobre as ações que estão sendo tomadas, os próximos passos e os impactos dessa crise na empresa. A última coisa que os colaboradores precisam é de ainda mais insegurança. A comunicação interna, quando bem feita, substitui o famoso “rádio-peão”. Assim, em tempos de redes sociais, o impacto dessas especulações pode ser ainda pior e reverberar para além das paredes da empresa.

2 – Use as redes sociais

Agradeça o empenho de sua equipe, lembre-se do esforço que cada um deles está fazendo para adaptar-se ao novo momento. Certamente, ter o reconhecimento da empresa é um alento e ajuda a reforçar ainda mais sua missão e os valores entre a comunidade.

3 – Capriche na Newsletter

Com maior distanciamento físico, um material rico em informações pode ajudar na sensação de pertencimento à empresa. Sem dúvidas, este é um ótimo meio para que todos fiquem por dentro do que está acontecendo nas diversas áreas: novos contratos, mudanças na forma atuação, lista de contatos úteis. E que tal um espaço para que os colaboradores compartilhem fotos de sua nova estação de trabalho?

4 – Crie um espaço de descompressão para as equipes

Pode ser um happy hour virtual, um fórum para que cada um conte sobre sua rotina, uma videoconferência ou até mesmo um bate-papo no sistema de chat de comunicação interna. A empresa deve ser empática e lembrar que todos os seus colaboradores – da planta ao alto escalão – estão travando uma luta pessoal neste momento. Use os canais da sua empresa para ajudar a mantê-los motivados, corporativa e individualmente.

5 – A saúde dos colaboradores também é responsabilidade da empresa

Mantenha sua equipe atualizada sobre as recomendações da OMS, passe dicas de exercícios para serem feitos em casa, links para meditação. Inegavelmente, por mais que todos tenham acesso aos noticiários, é importante saber que sua empresa se preocupa com a sua saúde. Por isso, crie uma rotina de comunicados via e-mail que sirva de referência para eles e seus familiares. Se possível, abra um canal de acesso para dúvidas e sugestões. As empresas têm um importante papel social neste momento.