O caminho para ter uma marca internacional

Conquistar terreno no mercado é sempre uma excelente notícia para qualquer empresa. Esta conquista vem atrelada a dois pontos básicos referentes à sua marca, qualidade e credibilidade. Ver sua marca cada vez mais bem-sucedida faz qualquer empreendedor querer contar aos quatro ventos que “chegou lá”. Dá vontade de abraçar o mundo! E se você deseja abraçar o mundo de fato, talvez seja a hora de tornar sua marca internacional – tema principal de nosso evento, em 05 de junho.

Rumo a uma marca internacional: o cenário brasileiro

Ter o próprio negócio é o terceiro maior sonho do brasileiro, sabia? De acordo com uma pesquisa realizada pelo SEBRAE, o objetivo profissional de ser o próprio condutor do seu negócio perde apenas para o sonho da casa própria e viajar.

Isso é demonstrado pelas pesquisas sobre empreendedorismo realizadas pelo Global Entrepreneurship Monitor (GEM). De acordo com o GEM, em 2017, o Brasil foi o 10º país com a maior taxa de empreendedores em fase inicial de atividade (TEA). Um em cada cinco brasileiros entre 18 e 64 anos estão apostando em um novo negócio próprio, com uma TEA de 20,3. O gráfico abaixo mostra um comparativo com os Estados Unidos e o Reino Unido.

Comparativo do GEM sobre Taxa de Empreendedores em Fase Inicial no Brasil, Reino Unido e nos Estados Unidos

Fonte: Global Entrepreneurship Monitor 2017

O GEM não apenas analisa novos negócios globalmente. Também realiza pesquisas sobre os chamados “empreendedores estabelecidos”. A porcentagem é menor no Brasil, com 16,5% da população ativa brasileira neste rol. Apesar de menor percentualmente, é interessante destacar que, quantitativamente, cerca de cinco milhões de brasileiros entre 18 e 34 anos estão entre os empreendedores estabelecidos.

Este é o perfil que, normalmente, busca novos desafios e procura dar o próximo passo. Uma vez que a sua marca esteja consolidada nacionalmente, é natural pensar em conquistar novos terrenos. Para isso, algumas etapas são obrigatórias.

Os passos para uma marca se tornar internacional

No entanto, antes de tornar a sua marca internacional, alguns pontos devem ser levantados. A primeira questão é: “para qual país eu gostaria de levar a minha empresa?”. Esta resposta deve levar em conta uma série de outras dúvidas, como “quando” e “por que”. A escolha dos países para onde um empreendedor decide levar a sua marca depende de vários fatores estratégicos.

  1. Empresas do mesmo ramo presentes no novo mercado;
  2. Compreensão da cultura local, em especial da cidade escolhida;
  3. Os hábitos e costumes do seu público-alvo no local.

Conhecer as organizações locais simplifica a adaptação de sua marca internacional em muitos sentidos. Transformar seu negócio, tendo muitos contatos profissionais logo de cara, ajuda. E muito! Você provavelmente não vai querer oferecer um produto exatamente igual ao que uma outra empresa, presente há 50 anos ali, oferece. A originalidade é um traço bastante interessante quando entramos num novo mercado. Pode ser um grande diferencial. A compreensão da cultura local também facilita o entendimento do que o seu público-alvo espera.

Quer um exemplo? Imagine-se como um dono de uma hamburgueria. No Brasil, é costume oferecer talheres ao cliente. Nos Estados Unidos, nem ouse. Para eles, comer um hambúrguer com garfo e faca é quase uma ofensa. Adaptar seu produto ao mercado local será uma provável necessidade para ser mais acessível. Não ache estranho, se for o caso.

Outro aspecto primordial é compreender a comunicação local. Não apenas o idioma – comunicação num nível muito mais amplo, como o que dizer e o que não. Em alguns mercados asiáticos, por exemplo, empreendedores não têm o costume de envolver política durante as reuniões corporativas nem utilizar dados estatísticos de estudos norte-americanos e/ou europeus. São mercados que privilegiam ângulos e informações mais locais.

Conclusão sobre a sua marca internacional

Estude o mercado para onde você deseja levar o seu negócio. Procure conhecer cada pedaço dele, seja historicamente, culturalmente ou em termos de comunicação. Pesquise empresas do ramo e saiba na ponta da língua o que elas têm a oferecer – e os diferenciais de sua organização. Se este estudo já foi realizado e caso a sua empresa tenha passado por todos os passos, definitivamente pode ser o momento de tornar sua marca internacional. Venha ao nosso evento e desfrute das melhores informações com renomados executivos, que detalharão regiões como a América do Norte, Europa e Ásia.

Deixe um comentário